PESQUISAR NO BLOG

Carregando...

sábado, 5 de fevereiro de 2011

PARTICIPAÇÃO EM DOCUMENTARIO: ACESSIBILIDADE COMUNICATIVA NA TELEVISÃO PARA PESSOAS SURDAS


No final do ano passado fui convidado para contribuir participando de um documentário que aborda a "Acessibilidade Comunicativa na Televisão para as Pessoas Surdas".

O projeto foi uma exigência do Curso de Comunicação Social da Universidade Católica de Brasilia - UCB, para a obtenção do título de Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda da aluna Ana dos Anjos (2010).


Com o tema "SURDO ASSISTE TV", o documentário contou ainda com a participação de pessoas surdas integrantes da Banda Surdodum - um projeto muito interessante - e dos professores Sheila Costa (Comunicação/UCB) e Paulo Marcelo (Coordenador da CRTV/UCB). 

Quando se fala em acessibilidade comunicativa nos produtos audiovisuais, pensamos sobretudo, em relação à mídia da televisão. Mesmo que possa vir à mente a idéia de caridade ao próximo, tornar os meios de comunicação acessíveis é, na realidade, uma questão de cidadania. 

Como demonstrado no documentário, essa consciência significa colocar em prática os direitos iguais, tornando o direito à informação aos meios possível e fazendo com que exerçamos nossa cidadania, quando somos os responsáveis por tornar esses meios acessíveis.

Em minha participação, na primeira parte - Vídeo 1, explico o conceito de acessibilidade, previsto na Lei Federal n° 10.098 de 2000:




Já na segunda parte - Vídeo 2, disserto sobre o que ainda é necessário ser feito para que, de fato, a acessibilidade comunicativa na televisão possa ocorrer, beneficiando assim as pessoas surdas.



Agradeço o convite à formanda Ana dos Anjos. Parabéns pela iniciativa de pesquisa e pelo material produzido. Uma excelente contribuição para a área.

2 comentários:

  1. Parabéns Ed! Seu trabalho contribui pra que os surdos sejam inseridos com igualdade no contexto social. Que nós, os que ouvimos, não tapemos nossos ouvidos e fujamos da necessidade de incluí-los.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo belo trabalho colaborando em prol das pessoas com deficiência auditiva.
    Que os desafios sejam vencidos a cada dia, no sentido de assegurar a inclusão dos direitos das pessoas surdas na nossa sociedade.
    Sucesso!

    ResponderExcluir